• FATIPI FECP

NATUREZA E PROPÓSITOS DA EDUCAÇÃO TEOLÓGICA

Sempre é importante refletir sobre a natureza da educação teológica em seus diversos aspectos, bem como os seus propósitos, finalidades e objetivos. Esta reflexão é fundamental tanto para a maturidade e aperfeiçoamento da sua atividade em si como para as correções das suas fragilidades e interesses.

A natureza da educação teológica está, em seu ponto de partida, atrelada à natureza da própria teologia, ou seja, na busca pelo conhecimento de Deus a partir da sua auto-revelação. A auto-revelação de Deus ocorreu na história de um povo (Israel), por meio da Primeira Aliança, e tem a sua plenitude na pessoa de Jesus Cristo, o Filho de Deus, em quem é firmada a Nova Aliança. A auto-revelação divina permanece na caminhada e presença da igreja no mundo ao longo dos séculos, em meio aos seus erros e acertos. Alguns acrescentariam também a criação e a cultura como fontes da auto-revelação de Deus.

Ao considerarmos a auto-revelação divina na Primeira e na Nova Aliança, bem como no início da igreja cristã, é imprescindível que tenhamos a Bíblia como fonte determinante na busca do conhecimento de Deus, pois nela nos deparamos com a Palavra de Deus que é viva, poderosa em amor e graça e transformadora da vida humana e das realidades históricas. É da natureza da educação teológica a análise honesta, a pesquisa profunda e a humildade constante para o conhecimento de Deus por meio das Escrituras Sagradas.

É da natureza da educação teológica também considerar a vida e a experiência humana no mundo, marcadas pela beleza, conquistas e realizações, mas também pela tragédia, injustiça e horror. Isto se faz necessário porque a Aliança de Deus é para com o ser humano situado no mundo, lugar da Missio Dei. Neste sentido, a teologia lida com a condição e realidade humanas por meio das categorias de pecado, alienação, abandono e vazio existencial, num primeiro momento, mas reconhece que o ser humano, consciente ou inconscientemente, precisa e está em busca da salvação, reconciliação, comunhão e vida abundante com aquilo que é a razão do seu existir: Deus.

Diante da natureza da educação teológica nos aspectos apontados acima, é consequente que os seus propósitos estejam voltados para a igreja como Corpo de Cristo, para a missão enquanto “povo eleito de Deus no mundo”, para a espiritualidade como ação do Espírito Santo e para o estabelecimento da justiça do reino a todas as pessoas e circunstâncias.

Considerando a sua natureza e o seu propósito, é dever da educação teológica ouvir a igreja, aprender com seus anseios, tentativas e dificuldades e colaborar para a vivência autêntica da fé em Deus em nosso contexto, assim como contribuir criativamente com a prática da missão que vem de Deus a ela, em meios a tantos desafios do mundo atual. É seu dever também formar homens e mulheres aptos para a pregação e ensino do evangelho de Cristo, homens e mulheres íntegros, consagrados, sérios e devotos à Palavra de Deus. Está presente em seu dever a colaboração com o desenvolvimento e prática de uma espiritualidade sadia, integral, repleta de vida, alegria e paz em nosso Senhor Jesus. Dentre outras coisas, a educação teológica tem o dever de refletir, indicar e agir para a diminuição das injustiças e de toda forma de desigualdade, desprezo e opressão, seja com mulheres, crianças, pobres, estrangeiros e tantos outros que sofrem o mundo e na própria igreja. É dever da educação teológica se levantar profeticamente contra todos os radicalismos pautados nos “ismos” (fundamentalismo, liberalismo, conservadorismo, individualismo, consumismo etc), os quais tanto danificam a correta compreensão do evangelho e da vontade de Deus na vida das pessoas em todo o mundo.

Nosso desejo é que a Faculdade de Teologia de São Paulo da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil (FATIPI) tenha a sabedoria vinda do alto, o discernimento e autoridade presente no Filho de Deus, a inspiração e a força do Espírito Santo para não se perder no que se refere à natureza da educação teológica e possa cumprir com competência os propósitos inerentes a ela. Nosso desejo é que tenhamos sempre a humildade em nossas atividades e cursos para abençoar e fazer diferença na vida daqueles que estudarem conosco e, com isto, o Deus Pai, Fillho e Espírito Santo seja glorificado.

Rev. Reginaldo von Zuben

Diretor e Professor da FATIPI


0 visualização

FATIPI - Faculdade de Teologia de São Paulo

Rua Genebra , 180 - Bela Vista

  • Instagram
  • Facebook
  • Grey YouTube Icon